Domingo, 12 de Junho de 2005

«A noite passada acordei com o teu beijo, descias o Douro e eu fui esperar-te ao Tejo.»

viaduto cais das pedras.bmp
foto retirada do «Cidade Supreendente»


Com um Brilhozinho nos Olhos

Com um brilhozinho nos olhos
e a saia rodada
escancaraste a porta do bar
trazias o cabelo aos ombros
passeando de cá para lá
como as ondas do mar.

Conheço tão bem esses olhos
e nunca me enganam,
o que é que aconteceu, diz lá
é que hoje fiz um amigo
e coisa mais preciosa
no mundo não há.

Com um brilhozinho nos olhos
metemos o carro
muito à frente, muito à frente dos bois
ou seja, fizemos promessas
trocamos retratos
trocamos projectos os dois
trocamos de roupa, trocamos de corpo,
trocamos de beijos, tão bom, é tão bom
e com um brilhozinho nos olhos
tocamos guitarra
p'lo menos a julgar pelo som

E que é que foi que ele disse?
E que é que foi que ele disse?
Hoje soube-me a pouco.
passa aí mais um bocadinho
que estou quase a ficar louco
Hoje soube-me a tanto
portanto,
Hoje soube-me a pouco

Com um brilhozinho nos olhos
corremos os estores
pusemos a rádio no "on"
acendemos a já costumeira
velinha de igreja
pusemos no "off" o telefone
e olha, não dá p'ra contar
mas sei que tu sabes
daquilo que sabes que eu sei
e com um brilhozinho nos olhos
ficamos parados
depois do que não te contei

Com um brilhozinho nos olhos
dissemos, sei lá
o que nos passou pela tola [o que nos passou pelo goto]
do estilo és o "number one"
dou-te vinte valores
és um treze no totobola [és o seis do meu totoloto]
e às duas por três
bebemos um copo
fizemos o quatro e pintámos o sete
e com um brilhozinho nos olhos
ficamos imóveis
a dar uma de "tête a tête"

E que é que foi que ele disse?...

E com um brilhozinho nos olhos
tentamos saber
para lá do que muito se amou
quem éramos nós,
quem queríamos ser
e quais as esperanças
que a vida roubou
e olhei-o de longe
e mirei-o de perto
que quem não vê caras
não vê corações
com um brilhozinho nos olhos
guardei um amigo
que é coisa que vale milhões.

E que é que foi que ele disse?


letra e música de Sérgio Godinho


Nota: Para ler acompanhado da música - Botão direito do rato e salvar para o disco.


escrito pelo Homem Fantasma às 00:46
link do post | comentar
|
5 comentários:
De Anónimo a 15 de Junho de 2005 às 20:55
Ele disse: "hoje soube-me a pouco". E ficou à espera que um dia soubesse a tanto. ... Senão foi "ele" que disse, fui eu que disse... E neste caso, é a mesma coisa. Um abraço para ti Carlos "Surpreendente" Romão.Cláudio Alves
(http://homemfantasma.blogs.sapo.pt)
(mailto:claudio.alves@fe.up.pt)


De Anónimo a 15 de Junho de 2005 às 19:29
E que é que foi que ele disse?
E que é que foi que ele disse?
:)Carlos
(http://cidadesurpreendente.blogspot.com)
(mailto:carlosromao@aeiou.pt)


De Anónimo a 13 de Junho de 2005 às 08:26
Esta música (letra) é das minhas favoritas - marcou-me bastante durante uns tempos. É que um Amigo com "A" grande não se encontra todos os dias e é, realmente, "coisa que vale milhões"!cristina
</a>
(mailto:cristina14silva@hotmail.com)


De Anónimo a 12 de Junho de 2005 às 22:43
Que linda música. Já não sou a única a gostar de Sérgio Godinho. Bj da GajaGaja
(http://diariodeumagaja.blogs.sapo.pt/)
(mailto:supergaja1@sapo.pt)


De Anónimo a 12 de Junho de 2005 às 06:46
Boa escolha de Foto... Excelente mesmo!milocas
(http://pipokinhacomsal.blogs.sapo.pt)
(mailto:amoraselvagem@sapo.pt)


Comentar post

.autor

Cláudio Alves

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Das últimas linhas em que...

. «Muito mais vivo que mort...

. Fé semanal - crenças de t...

. Em obras, de novo.

. «Foi por causa da Rita qu...

. Das linhas em que me coso...

. «Fraternidade.»*

. «Fantasmas, somos todos.»...

. «Combate de Gigantes.» *

. «Comemorações».

.links

.som actual

PJ Harvey
Kamikaze

.links

.subscrever feeds