Domingo, 22 de Maio de 2005

Sexta, deitei-me assim...


«Ainda não sei como vou fazer
Para não esquecer o que sinto agora
Amanhã quando acordar
Vou estar totalmente fora

Melhor talvez fosse nem dormir
Candidatar-me a uma linha recta
Atar um lenço aos sentidos
Fazer de mim uma seta

Sonhei que estava a caminho
A caminho de casa
Sonhei que estava a caminho
A caminho de casa

Ainda não sei como vou fazer
Para alimentar este fogo terno
Vou transpor o rio do ouro
Vou exilar-me no inferno

Neste momento há gente a acordar
Para mais um dia a riscar do mapa
Vou dar um chuto no espelho
Dar cabo da minha capa

Sonhei que estava a caminho
A caminho de casa
Sonhei que estava a caminho
A caminho de casa
Sonhei que estava a caminho
A caminho de casa
Sonhei que estava a caminho
A caminho de casa»


Jorge Palma, "A caminho de casa"


escrito pelo Homem Fantasma às 23:33
link do post | comentar
|
1 comentário:
De Anónimo a 23 de Maio de 2005 às 18:01
Estou a precisar seriamente d um sonho assim... Grande Jorge Palma - a banda sonora perfeita dos momentos d solidão / reflexão.cristina
</a>
(mailto:cristina14silva@hotmail.com)


Comentar post

.autor

Cláudio Alves

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Das últimas linhas em que...

. «Muito mais vivo que mort...

. Fé semanal - crenças de t...

. Em obras, de novo.

. «Foi por causa da Rita qu...

. Das linhas em que me coso...

. «Fraternidade.»*

. «Fantasmas, somos todos.»...

. «Combate de Gigantes.» *

. «Comemorações».

.links

.som actual

PJ Harvey
Kamikaze

.links

.subscrever feeds