Segunda-feira, 1 de Maio de 2006

«Muito mais vivo que morto.»*

Queixaram-se que não sabiam novas minhas faz algum tempo. Não liguei. Mas as queixas continuaram, e aumentaram, e surgiu a dúvida do que se passaria comigo. Estaria farto disto tudo?! Estaria descontente com o estado actual do mundo em que vivo?! Estaria demasiado ocupado entre estudos, trabalho, namoro...?! Estaria por e simplesmente sem computador?! E a dúvida mor, seria altura de R.I.P.?!
Então apercebi-me que andava de boca em boca, que era comentado, que era aguardado um regresso, que tinha conseguido através deste meio de comunicação que é a blogosfera um pequeno culto à minha volta. Sem pretensiosismo nem nada que se pareça, apercebi-me que mais do que nunca faço falta. E voltei. Muito mais vivo que morto!

* post escrito por Jorge Paupério


escrito pelo Homem Fantasma às 23:42
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.autor

Cláudio Alves

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Das últimas linhas em que...

. «Muito mais vivo que mort...

. Fé semanal - crenças de t...

. Em obras, de novo.

. «Foi por causa da Rita qu...

. Das linhas em que me coso...

. «Fraternidade.»*

. «Fantasmas, somos todos.»...

. «Combate de Gigantes.» *

. «Comemorações».

.links

.links

.subscrever feeds