Quarta-feira, 28 de Setembro de 2005

Boas novas.

Público: «A Assembleia da República aprovou hoje a proposta do PS para a realização de um novo referendo ao aborto, que recebeu os votos favoráveis dos socialistas e do Bloco de Esquerda.»


escrito pelo Homem Fantasma às 17:18
link do post
De Anónimo a 29 de Setembro de 2005 às 08:51
Jorge, por acreditar na possibilidade do nosso PR não marcar referendo na sua presidência é que referi que nesse caso a conversa será "diferente... e díficil". Naturalmente, que é imoral, pouco ético e democraticamente castrador que a mulher possa ser criminalizada por uma opção de vida. Nunca deveria ser julgada por isso. No entanto, o referendo ocorreu em 1998. Nunca deveria ter existido esse referendo, aconteceu por uma má opção política e, agora, acredito que apenas haverá legitimidade para mudar a lei se existir vontade do povo para tal. Na minha opinião, essa legitimidade passa pelo "sim!" vencer nas urnas. Quem votou no PS e lhe deu a maioria absoluta sabia que seria assim - com um referendo, trocar as voltas agora seria fugir ao plano de governo apresentado em campanha. Isso, acho, criticável e roubaria toda a verdade aos compromissos eleitorais... quer seja à direita, quer seja à esquerda, os compromissos são para se cumprir. Todos os compromissos são para se cumprir, dirão... e que não tem sido feito isso pelo governo socialista. Pois bem, concordo! ... Os meus cumprimentos.Cláudio Alves
(http://homemfantasma.blogs.sapo.pt)
(mailto:claudio.alves@fe.up.pt)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.autor

Cláudio Alves

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Das últimas linhas em que...

. «Muito mais vivo que mort...

. Fé semanal - crenças de t...

. Em obras, de novo.

. «Foi por causa da Rita qu...

. Das linhas em que me coso...

. «Fraternidade.»*

. «Fantasmas, somos todos.»...

. «Combate de Gigantes.» *

. «Comemorações».

.links

.links

.subscrever feeds