Domingo, 20 de Março de 2005

Tão banal quanto verdade: o tempo voa.

Não podia deixar de referenciar o sorriso com que fiquei ao ler a pequena notícia da autoria de uma amiga.
E pensar que esta jornalista ainda há poucos anos era minha colega de turma...

Parem de se tornar adultos!... até sinto a juventude escapar-me entre dedos.

escrito pelo Homem Fantasma às 05:16
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.autor

Cláudio Alves

.pesquisar

 

.Maio 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Das últimas linhas em que...

. «Muito mais vivo que mort...

. Fé semanal - crenças de t...

. Em obras, de novo.

. «Foi por causa da Rita qu...

. Das linhas em que me coso...

. «Fraternidade.»*

. «Fantasmas, somos todos.»...

. «Combate de Gigantes.» *

. «Comemorações».

.links

.links

.subscrever feeds